Envios grátis para compras superiores a € 50.00 $ 59.93 R$ 337.00 £ 43.40
Tipos de máscaras e qual usar

Tipos de máscaras e qual usar

1 Fevereiro 2021

As máscaras passaram a fazer parte da nossa vida. É, por isso, muito importante estar bem informado na hora de escolher. Longe vai o tempo em que não estavam disponíveis no mercado e que nem os profissionais de saúde tinham acesso a proteção adequada ao desempenho das suas funções.

Felizmente, ao dia de hoje podemos escolher. Então vamos escolher bem!

As máscaras que nos conferem maior proteção são os respiradores FFP2. Esta é a designação europeia, e para serem consideradas dispositivos médicos, devem conter na embalagem a designação CE, seguida de quatro dígitos numéricos. Também surgiram no mercado máscaras com a designação KN95 (norma GB2626), que se trata da nomenclatura chinesa equivalente às FFP2.

Penso que, na fase da pandemia em que nos encontramos, as máscaras FFP2 devem ser preferencialmente utilizadas, em especial se se tratar de uma pessoa com mais de 65 anos ou com fatores de risco para desenvolver formas graves de doença. Além disso, se estiver exposto a locais com uma grande movimentação de pessoas, como transporte públicos ou no seu contexto profissional, é recomendável que utilize máscaras FFP2. Por muito cuidado que tenhamos com distanciamento social e higienização de mãos e superfícies, a verdade é que ao permanecer em espaços fechados, pouco arejados ou por tempo prolongado, o risco de contágio aumenta imenso.

A outra opção são as máscaras cirúrgicas. Tratam-se de dispositivos médicos, e devem ser utilizadas, de preferência, as do tipo IIR. Tanto estas como as FFP2 existem em tamanhos adequados a crianças ou a rostos pequenos.

 Alguns países já obrigam a utilizar as máscaras FFP2. Portugal permite todas as opções de máscaras, desde que devidamente certificadas. É importante experimentar os vários modelos disponíveis no mercado e escolher a que for mais confortável, de forma a conseguir utilizá-la corretamente e durante todo o tempo necessário. Uma boa proteção apenas é conseguida se lhe der o uso adequado.

Talvez por deformação profissional, vejo a máscara como uma proteção e não como um acessório de moda. Mas admito que, como a máscara passou a ser parte integrante do nosso "look" diário, porque não acrescentar alguma cor? Desde que não prejudique a função...porque não?

 

Dra. Alexandra Moreira

 

CONTACTOS

Farmácia Saúde

Maria Margarida Moreira - Farmácia Sociedade Unipessoal, Lda.

NIF: 514202386

Avenida dos Combatentes da Grande Guerra, 689

Porto

+351 225 089 213 / +351 910 732 211

geral@farmaciasaude.com.pt

   

A MINHA CONTA

 

LIVRO DE RECLAMAÇÕES

Este estabelecimento dispõe de livro de reclamações online

MÉTODOS DE PAGAMENTO


Multibanco

paypal

   Transferência Bancária

         

Autorizado  a Disponibilizar Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica através da Internet pelo INFARMED, I.P.

Direção Técnica: Maria Margarida de Barros Nobre Moreira