Envios grátis para compras superiores a € 50.00 $ 56.28 R$ 316.64 £ 42.47
A importância de desintoxicar o fígado

A importância de desintoxicar o fígado

26 Fevereiro 2021

A influência do sistema digestivo no desenvolvimento de inúmeras perturbações que comprometem a nossa qualidade de vida é, aos dias de hoje, uma matéria sobre a qual recaem inúmeros estudos. O bom funcionamento do aparelho gastrointestinal influencia consideravelmente o nosso bem-estar geral e depende dos diversos órgãos que o constituem, como o fígado: um dos maiores e mais importantes órgãos do corpo humano.

O fígado assume um papel crucial na maioria dos processos metabólicos, filtrando o sangue e transformando as substâncias nocivas que produzimos, ou às quais estamos expostos diariamente, em produtos com uma menor toxicidade, facilitando, assim, a sua excreção, quer pela urina como pela bílis. Mas, como reagirá o nosso organismo se o fígado não cumprir eficazmente o seu papel e se os rins não eliminarem corretamente as toxinas? O mais certo é que comece a manifestar um conjunto de sinais que nos indicam que estamos perante o princípio de uma intoxicação generalizada, fruto da acumulação desses produtos metabólicos nos nossos líquidos internos. Por isso, talvez seja pertinente colocar-lhe as seguintes questões: será que já experienciou algum desses sintomas sem se ter apercebido da verdadeira origem dos mesmos? Quantas vezes considerou o cansaço, as falhas de memória, a falta de ânimo e a ansiedade como fatores circunstanciais? Até que ponto desvalorizou as dores de cabeça, a visão turva, o nariz entupido, a boca seca e esbranquiçada e a comichão que sentiu no couro cabeludo e na pele?

A verdade é que, em apenas 1 hora, produzimos toxinas suficientes para matar um pequeno animal. Quando ocorre uma sobrecarga nos mecanismos de eliminação do corpo, o nosso organismo procura novas estratégias de destoxificação, recorrendo por exemplo à pele, às unhas, ao cabelo (células mortas) e aos pulmões (produção de muco), pelo que a dermatite, a asma, a sinusite e a rinite alérgica são processos inflamatórios que ilustram de forma exímia o modo como o nosso corpo reage perante um cenário de intoxicação.

De um modo geral, todas as patologias estão associadas à falta de vitaminas e oligoelementos. Esse é um dos motivos pelos quais devemos recorrer à suplementação. Contribuir para um fígado saudável implica um processo de reeducação alimentar e uma mudança de hábitos e condutas. De quando em vez, também este órgão carece de um processo de destoxificação: uma necessidade que se torna mais evidente após excessos alimentares ou de bebidas alcoólicas e que é um primeiro passo essencial na implementação de qualquer plano que vise a perda de peso.

Hoje em dia, encontram-se disponíveis diferentes formulações com o intuito de contribuir para a manutenção de um funcionamento adequado do fígado e da vesícula biliar. Importa, contudo, selecionar os produtos cuja composição se apresenta como uma melhor alternativa para os períodos em que o fígado se encontra particularmente debilitado ou sob maior agressão. Para tal, tomei a liberdade de eleger os três suplementos alimentares que, do meu ponto de vista, aportam maiores benefícios no processo de destoxificação hepática: o Advancis Hepa Plus (ampolas), o Aquilea Stagutt Detox (gotas) e o Hepa Action (cápsulas).

O Cardo Mariano é um constituinte comum em todos os produtos mencionados. Possui uma ação diurética, anti-inflamatória, antioxidante e colagoga, que facilita a saída da bílis para o intestino, e pode ser utilizado durante o período de gravidez e lactação. As suas propriedades encontram-se necessariamente no fruto, do qual se extrai a silimarina, que é um constituinte com ação hepatoprotetora, sendo por isso capaz de regenerar o fígado e o pâncreas.

Por outro lado, o Dente-de-Leão (Taráxaco) encontra-se presente apenas nas formulações bebíveis. Graças ao seu efeito diurético, contribui para a eliminação de fluidos indesejáveis, bem como para a estimulação da atividade da vesícula biliar. Com compostos ativos na raiz e nas folhas, este laxante suave é ainda reconhecido em virtude das suas propriedades antioxidantes, antitumorais e remineralizantes.

Apesar da ação da Alcachofra interferir na metabolização de alguns fármacos, e do seu consumo ser proibido durante os períodos de gravidez e lactação, esta é uma planta bastante presente em produtos de destoxificação porque auxilia a metabolização das gorduras, sendo hepatoprotetora e hepatoestimulante. Está presente no Aquilea Stagutt Detox, a par de compostos como a colina e extratos de salva e alecrim.

Além destes constituintes, abordados com maior detalhe, outros assumem também relevância na limpeza do fígado, como a carnitina e plantas como o Hipericão e a Quebra-Pedra. 

A desintoxicação do fígado é um caminho que deve ser traçado em prol das suas necessidades individuais, mas que, em todo o caso, é certamente o primeiro passo para um estilo de vida mais saudável. Cuidar da sua saúde digestiva, mantendo o bem-estar hepático, é uma jornada que não só lhe permitirá minimizar a ocorrência de diversas afeções, como trará ao seu corpo a preparação necessária para processos de emagrecimento. E por falar nisso, já conhece a nossa mais recente novidade, os produtos Easyslim?

Fique connosco. Até breve!

 

Dra. Andreia Moreira

 

CONTACTOS

Farmácia Saúde

Maria Margarida Moreira - Farmácia Sociedade Unipessoal, Lda.

NIF: 514202386

Avenida dos Combatentes da Grande Guerra, 689

4200-190 Porto

+351 225 089 213 / +351 910 732 211

geral@farmaciasaude.com.pt

   

A MINHA CONTA

 

LIVRO DE RECLAMAÇÕES

Este estabelecimento dispõe de livro de reclamações online

MÉTODOS DE PAGAMENTO


Multibanco

paypal

   Transferência Bancária

         

Autorizado  a Disponibilizar Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica através da Internet pelo INFARMED, I.P.

Direção Técnica: Maria Margarida de Barros Nobre Moreira